Ministro da Saúde visita o Estado hoje para liberar R$ 98 milhões em investimentos

O ministro da Saúde, Gilberto Occhi, desembarca no Espírito Santo nesta sexta-feira (19) para participar de reuniões, visitar a Santa Casa de Vitória e liberar o investimento de R$ 98 milhões para a Saúde do Estado. A agenda do ministro já havia sido anunciada na última segunda-feira (15), em reunião em Brasília com a senadora Rose de Freitas (PODE-ES) – responsável pela articulação do recurso.

Gilberto Occhi chega às 8h25 ao aeroporto de Vitória e será recepcionado por Rose. Às 9h30, ele participa de reunião na Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e às 10 horas assina, em cerimônia na Sesa, a liberação dos recursos.

Já às 14 horas o ministro se reunirá com representantes de hospitais filantrópicos na Santa Casa de Vitória. E às 15 horas faz visita completa à mesma instituição.

Filantrópicos - Na reunião em Brasília, a senadora tratou com o ministro sobre a liberação desses R$ 98 milhões do Orçamento da União para construir duas unidades oncológicas - uma em Vitória e outra em Vila Velha -, além de uma maternidade na capital. Todas as obras serão administradas por hospitais filantrópicos.

Do total do investimento, R$ 45 milhões serão destinados à construção de uma maternidade sob a gestão da Santa Casa de Vitória. Outros R$ 29 milhões estão previstos para construir a unidade oncológica do hospital Santa Rita, também na capital. E R$ 24 milhões serão utilizados para a construção da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) do Hospital Evangélico de Vila Velha.

A visita do ministro ao Estado vai liberar esses investimentos porque resolve entraves burocráticos. Por razões legais, a União fica vedada de repassar o recurso do Orçamento diretamente aos hospitais filantrópicos – que são privados e destinam parte dos leitos ao SUS.

Dessa forma, para construírem ou ampliarem patrimônios esses hospitais precisam doar seus terrenos ao Governo do Estado, que, por sua vez, recebe o dinheiro previsto no Orçamento, executa as obras e, após a conclusão, devolve a administração aos filantrópicos.

Fonte e foto assessoria de Rose de Freitas

:)