Marcos Guerra: O que Colatina Região Noroeste pode ganhar com a eleição do Bolsonaro

Jair Bolsonaro, presidente eleito, obteve 72,35% dos votos válidos em Colatina, com candidaturas partidárias importantes a exemplo do empresário Marcos Guerra que recebeu 36.706 votos, o equivalente a 1,9% dos votos válidos de todo o ES. Marcos Guerra já representou grandes instituições como Findes e Confederação da Indústria e atualmente, é presidente do Conselho Deliberativo do SEBRAE, experiências que credencia a assumir um posto relevante no atual governo.

Atualmente o nosso país passa por uma situação econômica bastante delicada, portanto, a região precisa ter proximidade com o governo para apresentar as demandas para a região Noroeste do estado do Espírito Santo.

Hà anos a região não é contemplada por investimentos de peso do governo federal.

Não podemos reclamar da falta de representantes na câmara federal, entretanto, nas últimas duas décadas faltou alinhamento com o governo central.

Dentre os grandes projetos que poderiam ser colocados na pauta para o futuro é a duplicação da BR 259, uma forma de reduzir significativamente os acidentes automobilísticos e torná-la como uma grande opção de escoamento da produção das Minas Gerais para os portos capixabas, vale lembrar que os custos por km é infinitamente mais baixo, se comparado com a duplicação da BR 262, que não sai do papel.

A recuperação do Rio Doce, que foi amplamente danificado com a queda da barragem de Mariana, também é uma obra importante para os municípios de Baixo Guandu, Colatina, Marilandia e Linhares.

Concluir as obras da BR 242, que liga São Mateus a Minas Gerais, também contribuirá para o desenvolvimento da região, obra que no estado Vizinho e parte no ES, não está concluída.

:)