Parlamentares comentam relação com novo governo do ES

A cerimônia de posse do governador Renato Casagrande e da vice-governadora Jacqueline Moraes (ambos do PSB) foi prestigiada por autoridades políticas, militares, correligionários, familiares, imprensa e sociedade. Nesse momento de transição política, novas personalidades e autoridades experientes dividiram espaço no Plenário Dirceu Cardoso para acompanhar a concorrida solenidade.

Após a cerimônia, a reportagem da TV/Web Ales conversou com alguns novos e antigos parlamentares sobre as expectativas para o governo que se inicia. Os atuais deputados estaduais Dr. Hércules (MDB) e Janete de Sá (PMN) – que foram reeleitos para o próximo mandato – falaram sobre a importância da cooperação entre os poderes Executivo e Legislativo.

O novo deputado Renzo Vasconcelos (PP), que toma posse em 1º de fevereiro, seguiu a mesma linha de pensamento, também destacando a união entre os poderes. Confira as entrevistas:

Dr. Hércules (MDB), deputado estadual reeleito

A relação com o governo, com certeza, será muito boa. O governador Casagrande é um homem muito sério, nunca esteve metido em corrupção. E todos os deputados que retornarem e os novatos que estão chegando estão imbuídos do espírito para fazer uma frente muito grande para ajudar o governo.

Infelizmente, nós vemos lá em Brasília um movimento de oposição ao governo. Aqui é ao contrário, nós estamos fazendo um grupo para ajudar o governo. A eleição acabou. Agora é o Espírito Santo. Deveria ser em Brasília do mesmo jeito. Acabou a eleição, agora é o Brasil. Então, esse grupo que está entrando e nós que vamos continuar, vamos ajudar o governador e vamos ajudar o Espírito Santo, independentemente de partido. O nosso partido agora é o Espírito Santo.

Janete de Sá (PMN), deputada estadual reeleita

A expectativa é boa. A Assembleia compreende que essa parceria é importante para que a sociedade saia vitoriosa. A Assembleia está preparada e amadurecida para poder fazer esse trabalho junto com o governo naquilo que avançar o Estado, naquilo que trouxer desenvolvimento, naquilo que for importante para os servidores, naquilo que for importante para a sociedade capixaba. A gente já tem experiência nesse sentido. A independência não significa que não se possa ter uma boa parceria onde o Espírito Santo saia vencedor.

Renzo Vasconcelos (PP), deputado estadual eleito

O sentimento de paz deve prevalecer entre a Assembleia e o governo. Renato Casagrande já se mostrou no passado um bom articulador. Eu tenho certeza de que ele saberá muito bem conversar com todos os pares, com os deputados novos, com os antigos. Quem sabe lá na frente às ideias convirjam em prol do Espírito Santo e tenha uma chapa só de acordo com o que é melhor para a administração estadual.

Fonte ales

:)