Governador do ES apresentou propostas para modernizar gestão da saúde no Estado

O governador Renato Casagrande e o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, anunciaram, na sexta-feira (12), um pacote de projetos de lei visando a modernização da gestão da saúde pública no Espírito Santo. Ao todo, são cinco propostas que tratam de diversos temas, incluindo a criação do Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação em Saúde (ICEPi). Os projetos foram entregues ao presidente da Assembleia Legislativa, Erick Musso, durante reunião no Palácio Anchieta.

Casagrande acredita que o atual modelo de saúde está se esgotando e um novo modelo de gestão com foco na atenção primária e na formação de especialistas pode desafogar os hospitais, levando mais qualidade de vida ao capixaba, que passará a ter um atendimento mais personalizado e eficiente.

“Nós avaliamos que o modelo de saúde implementado até hoje no Brasil e no Estado está se esgotando. O SUS [Sistema Único de Saúde] tem que ser defendido, protegido e fortalecido. Mas a gestão da área de saúde e a modelagem construída até agora, muito alicerçada no atendimento hospitalar, não produz o resultado que queremos. A cada ano a gente investe mais recursos na saúde, um volume crescente e ainda assim não conseguimos resultados proporcionais aos investimentos”, apontou.

De acordo com o governador, os projetos têm o objetivo de fortalecer a atenção primária e os serviços prestados nas regiões em um nível acima da atenção primária – que são as consultas com especialistas e exames mais complexos. “Nossa equipe da Saúde está com essa tarefa, de começar a construir um caminho diferente. Não se começa de uma hora para outra. Vamos criar o Instituto, que é uma escola de formação na área de saúde pública. Ajudará muito os municípios na formação de profissionais especializados na saúde da comunidade e da família”, ressaltou Casagrande.

Para o secretário Nésio Fernandes, as iniciativas são ousadas e refletem o perfil inovador do próprio governador. “Desde o início da gestão, temos nos debruçado sobre processos de trabalho, buscando mecanismos para materializar políticas de saúde avançadas para o estado, como a proposta de criação do Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação em Saúde. Temos muito espaço para inovar e com a capacidade criadora de todos os técnicos da Sesa vamos promover mudanças significativas na Saúde Pública espírito-santense”, disse.

Fonte Governo do es

:)