Fórum de Secretários Municipais de Agricultura

A Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag) participou, na quarta-feira (10), do Fórum de Secretários Municipais de Agricultura (Fosemag). A reunião faz parte da programação da ExpoSul Rural, que vai até o próximo domingo (14) em Cachoeiro de Itapemirim. Além de estreitar as relações entre o Estado e Municípios, o encontro também serviu para estabelecer ações conjuntas visando o desenvolvimento da agricultura no Espírito Santo.

Para o secretário de Estado, Paulo Foletto, esse primeiro encontro foi de grande importância para o setor, permitindo a identificação das demandas existentes em cada região. �Precisamos resgatar o Fórum para colocar em dia nossas pautas, as necessidades de cada região, trabalhando-as por microrregiões para que, juntos, possamos definir as diretrizes que a Seag irá adotar em relação às secretarias municipais”, comentou.

Novo diretor-presidente toma posse no Bandes

Amanhã segunda-feira (15), a nova diretoria executiva do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) toma posse. Maurício Duque assume como diretor-presidente, juntando-se a Everaldo Colodetti, que ocupa a diretoria de Crédito e Fomento, e Iranilson Casado, na diretoria de Administração e Finanças. A solenidade de posse será às 14 horas, na sede do Bandes, no Centro de Vitória.

Duas novas frentes parlamentares criadas

A Frente Parlamentar em Defesa da Educação do Campo e da Pedagogia da Alternância foi instituída a pedido da deputada Iriny Lopes (PT).
O objetivo da frente parlamentar é debater, discutir, propor projetos e incentivar ações voltadas para o ensino do campo e a implementação de políticas com o intuito de garantir a formação de qualidade. O ato 1.155, publicado no Diário do Poder Legislativo (DPL) de quarta-feira (10), oficializou o colegiado.

Eco101 cumpriu apenas 10% da duplicação

Prestes a completar seis anos de concessão – prazo termina no próximo mês –, a Eco101 deveria ter duplicado 197,3 quilômetros da BR-101 no trecho que a rodovia federal corta o Espírito Santo. Porém, nesse período, houve pouco mais de 10% de avanço nas obras, com a duplicação de 20,5 quilômetros. Todavia, do trecho duplicado pela concessionária, somente 15,5 quilômetros estão liberados para tráfego, ou seja, menos de 8% do previsto no contrato.

:)