Vacinação contra Influenza “dia D” será no dia 04 de maio em Itarana

Em 2019, comemoram-se os 21 anos do início das campanhas de vacinação contra o vírus da gripe (influenza), realizadas pelo Ministério da Saúde. Ao longo dos anos a quantidade de pessoas que integram o público-alvo da vacina só cresceu, bem como o número de doses oferecidas.

Conforme cronograma do Ministério da Saúde o período de vacinação deste ano vai de 10 de abril a 31 de maio. O Dia D, em que a vacinação se intensifica e há uma grande mobilização nacional, está marcado para dia 4 de maio, um sábado.

A campanha deste ano traz algumas mudanças em relação ao ano passado. O limite de idade no público infantil foi ampliado. Em 2018, o imunizante era aplicado apenas nas crianças de 6 meses a 5 anos incompletos. Agora, aquelas com até 6 anos incompletos podem tomar sua dose nos postos de saúde.

A vacinaçãoé é rápida e gratuita. Quem faz parte do público-alvo deve procurar um posto de saúde para se proteger do vírus evitando também o risco de transmitir o vírus da gripe para familiares e amigos. Veja abaixo quem deve receber a vacina:

Quem deve tomar a vacina da gripe?
✓Indivíduos com mais de 60 anos
✓Crianças de 6 meses até 6 anos incompletos (5 anos, 11 meses e 29 dias de idade)
✓Gestantes
✓Mulheres que tiveram um filho nos últimos 45 dias (puérperas)
✓Trabalhadores da área da saúde
✓Professores de escolas públicas e privadas
✓Povos indígenas
✓Portadores de doenças crônicas e outras condições clínicas (leia mais abaixo)
✓Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas
✓População privada de liberdade
✓Funcionários do sistema prisional

Quais as doenças crônicas e condições especiais que credenciam o paciente a receber a vacina? Confira a relação completa a seguir:
✓Doenças respiratórias crônicas (asma, DPOC, fibrose cística…)
✓Doenças cardíacas crônicas (hipertensão, insuficiência cardíaca…)
✓Doenças neurológicas crônicas (AVC, paralisia cerebral, esclerose múltipla…)
✓Doenças hepáticas crônicas (hepatites, cirrose…)
✓Doenças renais crônicas (paciente em diálise, síndrome nefrótica…)
✓Diabetes
✓Obesidade
✓Imunossupressão (indivíduos que estão com o sistema imune abalado por doenças ou medicamentos)
✓Trissomias (síndromes de Down, de Klinefelter, de Wakany…)
✓Transplantes (órgãos sólidos e medula óssea).

Fonte PMI/Carla Calimane foto divulgação

:)