Linhares chega a R$ 1 milhão com o Desenvolve Rio Doce

Lançado em outubro de 2017, o Desenvolve Rio Doce traz crédito para capital de giro para micro e pequenas empresas capixabas e mineiras. Marilândia, Colatina, Linhares e Baixo Guandu são os quatro municípios capixabas banhados pelo Rio Doce contemplados com o crédito do fundo de incentivo à economia local.
 
Com aproximadamente R$ 1,1 milhão nas fases de prospecção e análise, em Linhares foram 51 contratos entre outubro e dezembro. A proposta é que os empreendedores da região tenham acesso aos financiamentos como ferramenta para fortalecer e consolidar seus negócios, dinamizando a economia local e gerando oportunidades de emprego e renda, aliando à missão do banco de desenvolvimento capixaba.
 
O Desenvolve Rio Doce é uma parceria entre o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) e a Fundação Renova e já alcança cerca de R$ 3 milhões para os quatro municípios nas fases de prospecção e análise no banco capixaba.
 
Suellen Serrano foi uma das empreendedoras que contou com o crédito do programa para investir no seu delivery de marmitex. Ela começou com o negócio em maio de 2017, sem recursos. O crédito foi usado como investimento: a clientela aumentou, e assim, a produção também. “Antes, eu usava os meus próprios utensílios de casa na produção das marmitas, depois do crédito eu comprei um fogão, um freezer e os outros materiais necessários. Meu intuito é investir cada vez mais, para o meu negócio crescer”, comenta Suellen.
 
“Enquanto banco de desenvolvimento de todos os capixabas, estamos atentos às necessidades desses municípios e acreditamos no potencial da região. Por isso, o Bandes entra agora neste processo, operacionalizando o fundo e apoiando os diversos empreendimentos afetados com recursos para capital de giro, para que nossos empreendedores e suas famílias mantenham ou ampliem seus negócios”, comenta o diretor-presidente do Bandes, Aroldo Natal Silva Filho.

Fonte e foto bandes

:)