Produtores rurais renegociam dívidas com o Sicoob

Dirigentes do Sicoob ES e representantes da associação Agricultura Forte, se reuniram na sexta-feira (26) para discutir soluções que melhorem as condições de financiamento, liberação de crédito e renegociação de dívidas para os agricultores do Estado, que estão em processo de recuperação após a seca registrada nos últimos anos.

Participaram do encontro o presidente do Sicoob ES, Bento Venturim, o diretor-executivo da instituição, Nailson Dalla Bernadina (foto) , a secretária-executiva da Associação Agricultura Forte, Fernanda Marin, e o produtor rural Daniel Lubiana.

Fernanda Marin destacou a necessidade de união depois do período, que depreciou a produção rural, prejudicando o planejamento financeiro das propriedades. “Com isso, buscamos alternativas para auxiliar a recuperação de cada produtor, como taxas menores e renegociação dos débitos”.

Renegociação

A instituição financeira cooperativa foi a responsável pelo maior volume de renegociações de dívidas do crédito rural, prorrogando, no início de 2017, operações de crédito rural de custeio e de investimento. O total renegociado chegou a R$ 200 milhões, com o primeiro pagamento agendado para este ano.

“Os produtores que ainda não possuem condições financeiras para cumprir os pagamentos na data negociada devem procurar as agências do Sicoob para que avaliação dos casos, procurando soluções satisfatórias para ambos os lados (associados e cooperativa)”, afirma Nailson Dalla Bernadina.

Cooperação

O presidente do Sicoob ES, Bento Venturim, enfatizou que historicamente o setor rural sempre representou o menor percentual de inadimplência da instituição financeira cooperativa, sendo prejudicado em razão do momento atípico dos anos anteriores.

O Sicoob ES, que começou as atividades por meio da oferta de crédito rural, hoje é o responsável pelo segundo maior volume de crédito destinado ao agronegócio no Espírito Santo. Conforme Nailson Dalla Bernadina, a cooperativa liberou, em 2017, cerca de R$ 543 milhões para a linha de crédito do segmento.

“Somos solidários à situação dos produtores prejudicados pela crise hídrica e estamos fazendo o possível para o atendimento de suas necessidades. Exercemos papel relevante no apoio aos associados durante esta fase de ajustes da economia por sermos uma empresa cooperativa, ou seja, que tem como premissa o desenvolvimento coletivo”, destaca Nailson.

Sobre o Sicoob

O Sicoob é o maior sistema cooperativo de crédito do País. Aberto a empresas e a pessoas físicas, trabalha com produtos e serviços tipicamente bancários, com custos menores do que os do mercado. Os associados, que são donos do negócio, participam dos resultados e dispõem de tecnologia que facilita a movimentação. Além disso, têm a mesma segurança que os clientes de bancos comerciais, pois a instituição garante cobertura de R$ 250 mil por cliente.

Com operação no Espírito Santo e no Rio de Janeiro, o Sicoob ES tem mais de 235 mil associados. São oito as cooperativas filiadas: Norte, Leste Capixaba, Centro-Serrano, Sul-Serrano, Sul, Sul-Litorâneo, Sicoob Credirochas e Sicoob Credestiva. O sistema atua em todo o Brasil, com 2,6 mil unidades, e atende 3,8 milhões de associados.

Fonte e foto Vera Caser Comunicação

:)