ES é destaque no Brasil com aumento no número de estudantes matriculados em tempo integral

O Espírito Santo quase triplicou, entre 2016 e 2017, o número de ES é destaque no Brasil com aumento no número de estudantes matriculados em tempo integral estudantes matriculados em tempo integral, por meio do programa Escola Viva.  De acordo com os dados do Censo Escolar da Educação Básica, divulgados pelo Ministério da Educação (MEC), enquanto a média brasileira do Ensino Médio cresceu 22,9%, de 2016 para 2017, no Espírito Santo o número saltou para 187,7%. Já no Ensino Fundamental, o Brasil alcançou 18,9%, e o Espírito Santo, 76,1%, no mesmo período.

Esse é o resultado do programa Escola Viva, que está sendo ampliado e já conta com 32 unidades, em 23 municípios do Estado, ofertando mais de 20 mil vagas em tempo integral para os estudantes capixabas.

O secretário de Estado da Educação, Haroldo Rocha, compara a evolução das matrículas em tempo integral. “No Ensino Médio, enquanto no Brasil o crescimento foi de 22%, no Espírito Santo foi de quase 200%. Isso porque começamos a investir na Escola Viva em 2015, enquanto a maioria dos estados só começou a investir na educação de tempo integral a partir do ano passado, quando o MEC passou a fomentar a expansão da rede de ensino em tempo integral. Hoje nós já temos um modelo consolidado e um planejamento de longo prazo”, destacou.

Com a expansão do programa Escola Viva, a meta é atender 25% dos estudantes capixabas em tempo integral até 2030. Em todo o Estado, as matrículas em tempo integral já correspondem a 7,5%.

Em todo o país, o percentual de estudantes matriculados em tempo integral no Ensino Fundamental passou de 9,1% em 2016 para 13,9% em 2017. Já no Ensino Médio, saltou de 6,4% em 2016 para 7,9% no ano passado.

Outros destaques

A educação capixaba também foi destaque em outros dois quesitos: mais de 50% dos docentes possuem pós-graduação e 100% das crianças capixabas especiais são atendidas em escolas regulares.

“Ficamos muito contentes com os resultados do Censo. A qualificação do professor é essencial para que ele possa cumprir a missão de educar. Esse destaque nacional melhora a autoestima dos nossos profissionais”, ressaltou o secretário.

Censo Escolar

O Censo Escolar da Educação Básica é uma pesquisa realizada anualmente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) em articulação com as Secretarias Estaduais e Municipais de Educação, sendo obrigatório aos estabelecimentos públicos e privados de educação básica, conforme determina o art. 4º do Decreto nº 6.425/2008.

Para mais informações, consulte o site www.inep.gov.br.

:)