Casagrande apresenta plano de governo em entrevista para TV

O candidato ao governo do Estado, Renato Casagrande (PSB-40), destacou propostas do seu plano de governo para a melhoria da qualidade de vida da população capixaba, em entrevista à TV Tribuna, ontem tarde quinta-feira (23).

Logo na abertura do programa, Casagrande destacou medidas importantes que implantou durante seu governo para combater a criminalidade e a impunidade, e ressaltou que a importância de ações que valorizem a polícia e a sociedade. “É preciso investir na redução do crime e fortalecer a Polícia Civil. Ao mesmo tempo, não pode haver descontinuidade de políticas importantes. O Estado Presente fez um enfrentamento direto à criminalidade. Eu comandava pessoalmente a área da segurança pública. Unimos as polícias, as guardas municipais, governo e sociedade, mas isso precisa ter continuidade. As leis contra a impunidade podem melhorar, mas só isso não é o caminho. O que tem que haver é continuidade dos investimentos em programas”.

Casagrande também falou sobre os índices de homicídios no Estado, que voltaram a crescer após sua gestão, e defendeu a que é preciso dar mais atenção aos trabalhos policiais, além da importância do diálogo e investimentos. “A redução dos homicídios aconteceu no final de 2010 e continuou durante meu governo. No ano passado, houve aumento em função da greve da polícia. O que quero fazer é dialogar com a segurança pública para desenvolver um trabalho conjunto com a minha equipe de governo, para que a gente possa resgatar a presença da polícia e a capacidade de solucionar crimes”.

Ainda na área da segurança, o candidato Renato Casagrande falou sobre o projeto Patrulha Rural, que pretende retomar para dar mais segurança à população que vive no campo. “Os agricultores sofrem muito. Se a gente que mora na cidade vive uma angustia por causa da insegurança, imagina quem mora no interior, onde não tem polícia circulando. Montamos a Patrulha Rural, que circula pelo campo, em especial durante na colheita do café. E junto com a Polícia Civil, vamos investigar crimes dessas quadrilhas que são especializadas em atuar nas áreas rurais”.

Casagrande também ressaltou que deixou o Estado com baixíssima dívida pública, em 2014. Ele explicou ainda que o fato permitirá a retomada de investimentos e projetos de mobilidade urbana, e que “com recursos próprios e captação, temos capacidade de concluir obras que vão mudar a face da Região Metropolitana que temos hoje”, declarou.

Dentre os grandes projetos de infraestrutura e mobilidade que precisam de mais atenção, Casagrande destacou a implantação do BRT (Bus Rapid Transit), que são corredores exclusivos para ônibus. “Queremos priorizar o transporte coletivo sem afetar quem precisa se locomover por meio de outros meios. O BRT não é só separar as faixas para ônibus. É preciso melhorar as vias, afastando os ônibus para que circulem livremente, além da implantação de viadutos e ciclovias. Vamos ainda retomar o aquaviário e integrá-lo ao Sistema Transcol. Esse investimento é importante tanto para a mobilidade, quanto para o turismo”, frisou.

Reunião com representantes do Unicef

Já na tarde desta quinta, Casagrande participou de uma reunião com a diretoria do Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância e a Adolescência), em Vitória. Durante o encontro, Casagrande discutiu políticas públicas para a juventude. Além disso, ele recebeu do Unicef uma carta-proposta com seis frentes de atuação para auxiliá-lo, caso seja eleito.

Foto Hélio Filho e fonte equipe de Comunicação de Renato Casagrande

:)